Uma historinha e duas grandes notícias

Posted by Daniel Medeiros Thu, 24 Jul 2008 01:39:00 GMT

AVISO: POST GRANDE (A Raquel mandou corrigir e disse “grande não, ENORME!!!”)

 

Antes das notícias, uma historinha…

Acho que conosco tudo começou meio parecido que com todos os que estão em processo de imigração. Existe um motivo de descontentamento com a vida atual (violência, falta de oportunidades, etc… escolha o seu motivo) e, ao saber que existe a possibilidade de tentar mudar de vida, agarra-se esse sonho com imenso entusiasmo, achando que tudo vai dar certo de forma rápida e fácil.
Depois, com certa pesquisa, a gente ainda acha que tudo vai dar certo, mas que não é tão rápido nem tão fácil. Mas a gente persiste (bom, alguns de nós, pelo menos).

A questão é que nem todos pensam: "E se não der certo?"

Não estou falando de não ser aceito no processo, mas de ser aceito e, ao chegar lá, ter dificuldades de conseguir um bom emprego, adaptação a uma nova língua, costumes, distância de parentes e amigos… Está certo que quem passa por um processo longo como este, ao chegar lá não vai desistir no primeiro obstáculo, mas, me permitam ser um pouco pessimista, pode ser que as economias se acabem e você ainda esteja com um subemprego, ou mesmo você simplesmente não encaixe àquele novo estilo de vida, não interessa por que motivo, os motivos são seus e ninguém tem nada com isso.

Por mais pessimista que possa parecer, nós pensarmos nisto antes mesmo de ir. É uma possibilidade, e devemos ter o pé no chão e encarar que isso pode acontecer. Então, o que fazer neste caso?

É claro que a nossa resposta não serve para todos, mas não custa nada compartilhar, certo? O que pensamos foi o seguinte: "Supondo que a vida lá não seja para nós… Vamos gastar uma vida (ou três anos, no nosso caso) de economias, vender o nosso apartamento e depois voltar da mesma forma ou ainda pior (leia-se mais lisos) do que fomos? Está certo que teríamos, em teoria, uma experiência internacional, que poderia abrir portas, mas isso ainda é muito abstrato, seria legal trazermos algo mais concreto… transformar esta viagem (notem que falo "viagem" só porque estou considerando o pior caso, não é a nossa intenção) de uma despesa em um investimento". Daí surgiu uma idéia bem simples, tentar fazer um mestrado em terras canadenses logo que possível. Olha só que legal: fazendo um curso destes, eu "valido meu diploma" (tá, em alguns casos, como TI, isso não é necessário, mas é algo que devemos pensar), abro portas no próprio mercado canadense (é mais fácil se reconhecer o valor de alguém formado em uma universidade canadense do que de alguém que se formou numa cidadezinha no interior do Brasil) e, se ainda assim não gostar de viver por lá, volto com um bruto diferencial para o Brasil. Vale a pena tentar, não?

Aí começou minha busca. Comecei a tentar contato com professores em universidade canadenses (saí catando na Internet… Bendito Google!), primeiro na província de Ontário e, depois, atendendo sugestão da Raquel, em outras províncias. Me apresentando, explicando sobre o processo e me colocando a disposição para conversar e até a ajudar em projetos de pesquisa, como forma de mostrar o meu trabalho. Foi assim mesmo, na cara de pau. Teve professor que me ignorou, professor que me respondeu mas que, depois que soube que eu ainda estava no Brasil, desistiu….
Até que um professor da University of Calgary (UofC) resolveu me responder. Conversamos, trabalhei com ele em um projeto, e cheguei até a conhecê-lo pessoalmente em um congresso em Fortaleza. Nesta oportunidade, ele falou que eu deveria me inscrever para o programa de mestrado da UofC e se prontificou a redigir uma das cartas de recomendação necessárias. Me lembro que estava preocupado porque as minhas notas, principalmente no começo do curso, não eram lá muito boas (na época eu tava preocupado era em ganhar dinheiro), e perguntei o que eu deveria fazer para tentar aumentar minhas chances de ser aceito e ele respondeu: "O melhor você já fez, era este projeto, agora é só fazer o TOEFL e, se precisar, eu cuido da parte burocrática".
No final de junho (mais ou menos na época dos exames médicos) mandei a documentação para a UofC e estive aguardando resposta. Semana passada, uma conterrânea que faz mestrado na mesma universidade veio apresentar um trabalho na mesma universidade onde me formei. A Raquel já a conhecia pelo MSN e combinamos de sair para uma pizza. Curioso, perguntei sobre quando ela recebeu o resultado. Ela disse que tinha recebido em Julho, mas ela tinha se inscrito para o semestre que inicia em Setembro, e eu só para Janeiro. Então, fiquei tranquilo, o resultado só deveria chegar por volta de outubro.

 

FINALMENTE AS NOTÍCIAS

 

Hoje fui surpreendido com um email da universidade me comunicando que meu processo foi avaliado e que estão me recomendando para o programa de mestrado da universidade, e com recomendação pra bolsa . Agora é aguardar a comunicação oficial (uma carta) que vem com o formulário de confirmação que deve ser entregue até o dia 15/Set, isto é, vou entregar em mãos.

Pra completar a sequencia de boas notícias, a Raquel me mostrou ontem onde ficará a escola onde ela provavelmente fará o curso de ESL para imigrantes. É pertinho da universidade. E hoje, uma amiga (também da nossa cidade, que mora em Calgary e estuda nesta escola) já marcou uma entrevista para dia 03/Set. Quem sabe até eu faça um curso de aprimoramento de Inglês enquanto não começa as aulas? Ainda vamos pra escola juntos…

 

13 comments | atom

Comments

Leave a response

  1. Your wife =)
    about 1 hour later:

    “Come what may…I’ll love you until the end of the time”

  2. Mildred
    about 5 hours later:

    Congratulations!!! Fico feliz por vcs. Boa sorte.

  3. Ju
    about 5 hours later:

    Parabéns, parabéns! Muita sorte pra vcs!

    Beijos, Ju

  4. Raquel
    about 13 hours later:

    Nossa!!! Tudo tão sincronizado… Escrevendo assim, depois que tudo deu certo, até parece que foi fácil, hein?! Conhecendo a história de vcs, sei bem que foi difícil, incerto e até angustiante toda esta espera. Ai a vida vai passando, a gente vai correndo atrás e quando menos se espera, estamos contando a história! Parabéns por mais esta grande conquista… E que venham as histórias com as novas experiências em Calgary. um bjo grande!

  5. Ana
    about 17 hours later:

    To acompanhando o blog de voces faz pouco tempo. Estou em Vancouver vai fazer 1 ano e meio em agosto. Parabens pelo curso! E com bolsa, ainda melhor!

    Mas essa coisa de nao se adaptar… olha, nao tem como nao se adaptar ao que eh bom, ao que funciona, viu! ;) Vai dar certo sim!

  6. Vitor
    about 21 hours later:

    Fala Daniel!

    Cara, pra ser sincero, eu penso e até de mais nesse lado pessimista, afinal, temos que está preparados para tudo, não é mesmo? Sempre lutando até o fim, além do mais, quem quer fracassar!? E esse assunto, eu até comentei com a Sara que, eu nunca vi ninguém contando histórias ruins sobre morar fora e aperreios, ou até mesmo história de fracasso. Mas quem iria contar, né? Mas enfim, bom tópico para uma matéria.

    E sobre suas notícias, meus parabéns! Você está indo pelo caminho certo, meu velho!!! Fico feliz pelas conquistas!!!

    Tudo de bom pra você e Raquel!

    Um grande abraço!

    Vitor

  7. Sandro
    3 days later:

    Daniel

    Esse medo e inseguranca eh normal e com certeza todos que estao passando pelo processo sentem algum dia o medo de algo dar errado e ter que voltar ao Brasil em situacao igual ou pior do que quando saiu.

    O mestrado que conseguiu sera apenas mais um motivo para terem a certeza que tudo dara certo e a nova vida em Calgary sera um sucesso.

    Abracao

    ps: teclado sem acento..sorry !!!

  8. Ravi Wallau
    5 days later:

    Parabéns e eu acho que você está fazendo a coisa certa. Eu acho que um diploma aqui vai abrir várias portas no mercado de trabalho Canadense, e Calgary é uma cidade ótima. E, se você conseguir achar um lugar para morar perto da UofC, melhor ainda - ali é um bom lugar para se morar.

  9. ph
    6 days later:

    Parabéns, meu caro. Sucesso lá. Eu também quero ver se consigo fazer um curso por lá assim que chegar. Se for preciso, faço mestrado de novo pra engatar um doutorado em seguida. E Calgary é uma das minhas opções. abraço paulo henrique

  10. K
    7 days later:

    Já dei os parabéns por e-mail e dou por aqui de novo. Sem dúvida, isso foi merecido. Não é qualquer um que tem a coragem e o desprendimento de começar a escrever para faculdades se oferecendo e cavando essas oportunidades. Digo isso porque lá em casa isso, infelizmente, não acontece. Quem sabe a gente não se inspira em vocês, né?

    Beijos,

    K.

  11. Eliane
    7 days later:

    Daniel e Raquel, já sabia da novidade pelo TN, parabéns e espero nos conhecermos em breve, assim que chegarem vamos marcar alguma coisa? Aguardo. Abraços, Eliane.

  12. Mariana
    9 days later:

    Muito legal isso! Também pensamos nessa possibilidade, mas não fizemos nada concreto ainda, nenhuma pesquisa, nenhum contato…

    Parabéns pela aprovação!!

    Abraço, mariana

  13. Rômulo
    21 days later:

    Daniel, sou formado em TI tbm e estou começando a estudar muito pro IELTS, fiquei mega interessado nisso q vc disse sobre ajudar no projeto e ser recomendado a um mestrado, vc poderia me explicar melhor como funcionou esta ajuda? pois sou profissional de TI mas não trabalho com a área técnica aqui no brasil, fico mais na área de governança de ti, SOX e auditorias de sistemas… estou bem receioso quanto ao campo de trabalho no canadá! espero q possa me ajudar nessa etapa!

Leave a comment