Primeiras notícias de Calgary

Posted by Daniel Medeiros Mon, 08 Sep 2008 03:47:00 GMT

Estamos em dívida com nossos leitores (se é que ainda temos algum depois de tanto tempo sem notícias).

Chegamos bem… apesar de uma viagem um pouco conturbada. Em Toronto vimos que as caixas que trouxemos tinham arrebentado (tinhamos planejado colocar aqueles "Plastic bag" em SP, mas as malas foram despachadas direto para Toronto e não deu). Uma das malas também teve a alça arrebentada. Além disso o tempo na imigração foi grande, principalmente porque o avião veio cheio de estudantes em programas de intercambio. Resultado: perdemos o vôo para Calgary… mas pegamos o seguinte. Lição aprendida: Se usarem caixas,  caprichem na embalagem, não economizem na fita. E não precisam comprar malas muito boas e caras, o prejuízo só vai ser maior. Tentem comprar malas na melhor relação custo/resistência possível.

Depois disso tudo tranquilo. Ao chegar em Calgary, além do Renato, também estava nossa conterrânea Daniela para nos receber. Ainda no primeiro dia conhecemos muitos brasileiros que apareceram na casa do Renato e da Mildred. Entretanto, estávamos realmente muito cansados da viagem. Na verdade, passamos ainda alguns dias cansados da viagem e da mudança de fuso. Pra ser bem sincero, a mudança de fuso e de horário ainda ficou mais complicada porque, nesta época do ano, aqui só escurece por volta das oito da noite (ou oito da tarde, como tenho brincado).

De volta a vida normal, temos estado numa correria para tirar documentos (tivemos uma grande ajuda de outro conterrâneo, o Maurício Pinheiro) e de um cantinho pra nós. Acho que pela época que chegamos, está mais difícil que esperávamos. Já estamos meio que desistindo de um lugar perto da Universidade, por enquanto, e ir para o Centro mesmo. Já temos algumas visitas agendadas para esta semana. Vamos ver o que dar. Espero voltar com boas novas muito em breve.

Uma curiosidade: numa de nossas caminhadas, resolvemos parar para lanchar. Fomos a uma unidade da Starbucks tomar um cafezinho pra esquentar (ô lugarzinho frio este). Cheguei para o caixa e pedi um "Mocha" pra Raquel e um expresso pra mim. O rapaz muito educadamente: "Infelizmente a máquina está com defeito. Mas para nos desculpar por este inconveniente(?), vou dar um cupom pra você e outro para sua esposa, para vocês escolherem qualquer café de qualquer tamanho em qualquer unidade da Starbucks." (!!!!) Confesso que fiquei até sem graça com esta. Isso existe mesmo?

4 comments | atom

Comments

Leave a response

  1. Vitor
    about 13 hours later:

    Faaala Daniel!

    Que bom ter notícias suas! Apesar da viagem ter sido um pouco conturbada, no final, deu tudo certo, né? Fico feliz por vocês! E mandem sempre um sinal de vida, ok? Estaremos aqui acompenhando a trajetória de vocês! Tudo de bom, meu velho!

    Um grande abraço!

  2. Marco Leão
    1 day later:

    Caramba Daniel que fria… Mais graças a Deus terminou td bem… Em julho de 2009 estarei ai para fazer um curso de 1 mês. Procurarei vcs. Abraços

  3. Ravi Wallau
    2 days later:

    É, vocês chegaram com um frio meio fora de época mesmo.

    Alugar casa não é algo tão simples mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Cedo ou tarde aparece alguma coisa. Se vocês quiserem um apartamento, eu conheço uma corretora, só preciso me lembrar o nome deles…

    “Mainstreet”, lembrei. Meu apartamento não era grande coisa, mas eles devem ter umas unidades melhores.

    Boa sorte com tudo!

    Se vocês quiserem se encontrar um dia, é só avisar.

    Abraços, Ravi.

  4. K
    about 1 month later:

    Nossa, que droga esse problema com as caixas. Mas agora passou. tomara que vocês encontrem logo o cantinho de vocês.

    E é por isso que eu amo o Starbucks!!!

    Sds,

    K.

Leave a comment